CPTM demite maquinista que assediou trabalhadora terceirizada

A CPTM sustentou que a falta grave cometida pelo empregado consistira em incontinência de conduta, conforme previsto no artigo 482, b, da CLT.

Leia mais em http://www.contabeis.com.br/noticias/35718/cptm-demite-maquinista-que-assediou-trabalhadora-terceirizada/

Source: Contábeis



Deixe uma resposta